segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Ainda sem título


Sentados na varanda, vendo o sol se pôr.
Os primeiros pontos luminosos
surgem com a lua
mandando embora o calor.

... tanto tempo se passou,
tantas tardes sentados
admirindo o beleza do céu.
... tantos anos juntos apreciando
essas pequenas maravilhas do dia-a-dia.

Mas a idade chegou:
os olhos não vêem tão bem!
Os ouvidos não escutam tudo!
O vigor de correr pelos campos acabou!

Uma única certeza ficou
intacto como lembrança da juventude,
um sonho real que ainda perdura:
o amor que sentimos nos protegeu
dos males do mundo como uma armadura.

(em 14/06/2005)